entretenimento featured

Resenha - Para todos os garotos que já amei e P.S. I Still Love You

7/19/2015 04:49:00 AMAmábile Prá




Oi, gente! Estou aqui para trazer resenhas de dois livros excepcionais: Para todos os garotos que já amei e P.S. I Still Love You. Vamos lá!



TítuloPara todos os garotos que já amei
Autora: Jenny Han
Páginas: 320


Sinopse
Lara Jean guarda suas cartas de amor em uma caixa azul-petróleo que ganhou da mãe. Não são cartas que ela recebeu de alguém, mas que ela mesma escreveu. Uma para cada garoto que amou — cinco ao todo. São cartas sinceras, sem joguinhos nem fingimentos, repletas de coisas que Lara Jean não diria a ninguém, confissões de seus sentimentos mais profundos. Até que um dia essas cartas secretas são misteriosamente enviadas aos destinatários, e de uma hora para outra a vida amorosa de Lara Jean sai do papel e se transforma em algo que ela não pode mais controlar.

(Contém spoilers, pois a resenha ficaria muito vazia sem alguns detalhes importantes)

Esse livro com toda certeza está no meu top 10 de livros. Alguns podem dizer que se decepcionaram com o final, mas como eu tinha a continuação em mãos não fiquei frustada e sim animada em ler o próximo livro.Sem mais delongas a resenha:
O livro, em primeira pessoa, conta a história de Lara Jean, irmã mais nova de Margot (ou Gogo) e mais velha de Katherine, ou Kitty para os mais chegados. Essa família retrata um tipo de família "ideal" são todos chegados e têm uma ótima relação, porém a mãe delas faleceu quando Kitty era um bebê. Com a morte da mãe, Margot assumiu esse posto, porém ela está indo para a Escócia estudar. Como Gogo é o porto seguro de Lara Jean, ela fica apreensiva ainda mais por ela ter que assumir todas as responsabilidades de Margot.

"Somos irmãs, e não há nada que ela ou eu possamos dizer ou fazer que vá mudar isso."

Além disso, Lara Jean terá um problema épico, as suas cartas/confissões de amor são enviadas misteriosamente, e você ficará surpreso em saber quem as mandou ;). Uma dessas cartas é destinada a Josh, namorado de Margot (agora ex) que toda a família é apegada. Para mostrar a Josh que ela não o ama mais ela se agarra com Peter Kavinsky, que também recebeu uma carta!

"Se o amor é como uma possessão, talvez minhas cartas sejam meu exorcismo."

A partir desse momento acontecem coisas um tanto inesperadas que se eu contar vai perder a graça de ler o livro. Porém uma das coisas interessantes que acontecem é a conexão entre Peter e Kitty, que podemos observar bem no segundo livro também. A personagem que mais gostei no livro foi com certeza a Kitty, uma garotinha curiosa, engraçada e, de um jeito fofo, irritada.

"Kitty diria que não pertence a ninguém."

É um romance leve, fofo e divertido, porém não vai terminar do jeito que você quer e você vai implorar por uma continuação e, olha só, ela existe! Ainda não foi lançada no Brasil, mas se você consegue ler em inglês sem muito problema pode achar em formato e-book.

"Você sabe como é gostar tanto de alguém que é insuportável saber que essa pessoa nunca vai sentir a mesma coisa por você?"




TítuloP.S. I Still Love You
Autora: Jenny Han
Páginas: 288
Lançamento no Brasil: Segundo semestre de 2016


Sinopse
"Lara Jean não esperava se apaixonar por Peter, eles só estavam fingindo, mas de repente eles não estavam mais. Agora, Lara Jean está mais confusa do que nunca e quando um outro garoto de seu passado retorna a sua vida, os sentimentos de Lara Jean por ele começam a ressurgir. Será que uma garota pode estar apaixonada por duas pessoas ao mesmo tempo?".¹

(Contém spoilers)

Para mim, as continuações sempre são melhores que o primeiro livro, pois você já conhece melhor as personagens, e essa continuação não é exceção à regra. Infelizmente ainda não foi lançado no Brasil, mas pelo menos tem previsão. Esse livro eu li em pdf em inglês e para quem quer ler o primeiro e sabe inglês o suficiente para ler um livro, recomendo que leia, para não ficar na expectativa!

“Pessoas entram e saem da sua vida. Por um tempo elas são o seu mundo; são tudo. E, então, um dia elas não são mais. Não há como saber por quanto tempo você as terá por perto”.²

No final de "Para todos os garotos que já amei", Lara inicia uma carta de amor para Peter -e dessa vez não é uma carta de despedida (!!!!) - e é assim que começa o P.S. I Still Love You. Esse livro é tão doce, apaixonante e leve quanto o outro, posso dizer que estou apaixonada pela Jenny Han e não tenho nenhum arrependimentos de ficar até 5 horas da manhã lendo esse livro que não consegui largar.

"Meu coração bate tão rápido quando eu sei que vou te ver de novo. E então, quando você olha para mim do seu jeito, eu me sinto a garota mais sortuda do mundo".³

Como diz a sinopse, nesse livro Lara Jean realmente se apaixona por Peter, que podemos perceber no livro anterior, já era apaixonado por ela, mas Lara Jean tinha dúvidas. John Ambrose McClaren havia aparecido no livro anterior de modo vago, retornou para a vida de Lara Jean e não esconde o seu interesse nela. Com isso eu pensei que haveria um triângulo amoroso clichê, ainda bem que Jenny Han fugiu disso.

"Você prometeu que não quebraria meu coração. no contrato você disse que não iria, mas você quebrou meu coração, Covey".⁴

Eu fiquei muito feliz com um livro que Peter e Lara Jean estão juntos de verdade, mas então chega John e me deixa confusa, pois ele é o garoto que eu colocaria com a Lara Jean. E, em dois segundos, eu já não sei mais quem ela está apaixonada, esse livro me deixou confusa de um jeito bom, por que não mostra com quem ela fica na metade do livro e ela constantemente muda de ideia então você é obrigada a escolher entre eles e esperar que aconteça o que você desejou. No meu caso, ela não ficou com o meu escolhido o que me deixou pensando num terceiro livro, numa reviravolta. Eu leria um terceiro livro, até mesmo se tivesse mais 10 livros, quanto mais melhor. Jenny Han é MARAVILHOSA.

(Minha parte preferida com a Stormy) “'Seu corpo é seu para proteger e curtir.' Ela levanta as duas sobrancelhas 'Quem for que você escolha para curtir seu corpo também, é a sua escolha, e você deve escolher sabiamente. À todo homem que já me tocou foi concedido uma honra. Um privilégio.' Stormy balançou as mãos sobre mim. 'Tudo isso? É um privilégio para ser reverenciado nesse templo, você me entendeu? Não é qualquer idiota que pode se aproximar do trono. Lembre das minhas palavras, Lara Jean. Você decide com quem, o quão longe, com que frequência, e se.'
'Eu não sabia que você era tão feminista,' Eu digo.'Feminista?' Stormy faz um som enojado. 'Eu não sou feminista. Sério, Lara Jean!''Stormy, não se exalte sobre isso. Tudo que isso significa é que você acredita que homens e mulheres são igual e deveriam ter direitos iguais.' 'Eu não acho que qualquer homem seja igual. Mulheres são muito superiores, e não se esqueça disso. Não se esqueça de nada que eu acabei de lhe dizer'".⁵

Trechos originais:
1:  Lara Jean didn’t expect to really fall for Peter. She and Peter were just pretending. Except suddenly they weren’t. Now Lara Jean is more confused than ever.
When another boy from her past returns to her life, Lara Jean’s feelings for him return too. Can a girl be in love with two boys at once?

2: People come in and out of your life. For a time they are your world; they are everything. And then one day they’re not. There’s no telling how long you will have them near.

3: My heart beats so fast when I know I’m going to see you again. And then, when you look at me the way you do, I feel like the luckiest girl in the world.

4: You promised you wouldn’t break my heart. In the contract you said you wouldn’t, but you did, Covey.

5: "'Your body is yours to protect and to enjoy.' She raises both eyebrows at me meaningfully. 'Whoever you should choose to partake in that enjoyment, that is your choice, and choose wisely. Every man that ever got to touch me was afforded an honor. A privilege.' Stormy waves her hand over me. 'All this? It’s a privilege to worship at this temple, do you understand my meaning? Not just any young fool can approach the throne. Remember my words, Lara Jean. You decide who, how far, and how often, if ever.'
'I had no idea you were such a feminist,' I say. 
'Feminist?' Stormy makes a disgusted sound in her throat. 'I’m no feminist. Really, Lara Jean!' 
'Stormy, don’t get worked up about it. All it means is that you believe men and women are equal, and should have equal rights.' 
'I don’t think any man is my equal. Women are far superior, and don’t you forget it. Don’t forget any of the things I just told you.'” 


/Mabi

Recomendamos

1 comentários

Posts Populares

recent posts

Formulário de contato